sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

A reler...



Deixei de fazer deste Blogue o diário que pretendia...
Entre o Projecto e os Planos para o Sonho realizar,
Fui deixando de actualizar...
Hoje, num dia de Tristeza, Culpa, Raiva (já apaziguada),
Tento colocar de novo em ordem cabeça e coração,
O nó que vai apertando a garganta por calar o que queria dizer-te,
O Arrependimento que me vai dominando e a quem quero Dominar!
O Perceber de esta e aquela pessoa ainda permanecerem...
Alguém que me diz para Reflectir...
Para Pensar...
Que não vê da mesma forma e não percebe o desespero porque a Vida é Simples e não de complicar!
Os amigos que só não me querem ver Chorar!
A Pena que ainda sinto de mim por Perder!
Um estado de confusão que pede introspecção e que teimo em não dar!
A Hora a chegar de mais um exame ir buscar,
Olhar de novo para ontem e não perceber o que me levou a fazer...
Ou mehor Ver...
E continuar a achar que teria bastado que tivesses ficado...
Que o que me dói foi a fuga e a minha explosão...
Aquela que quero aceitar!
Que não consigo Controlar...
E quando sai do Controlo...
Parece não dar para Voltar a Colar!!
...E os amigos que dizem Vai Falar...Conversem...Entendam-se!! Vivam em PAZ!!
Queria....Quero...Não quero ser Motor...
Não quero ter de te Puxar dos Sonhos que queres Sonhar!!!
Isto Sou eu...A Reler e a Tentar Encontrar!!!


...um dia!




...Nada fica Claro de repente...
Mas fico com a Ideia de que não Vivi estes "últimos Tempos"...
Não é que queira apagá-los...
Só escolho não lembrá-los...
De repente nada faz sentido...
Sinto-me desenquadrada do que fiz...
Das opções que tomei...
Quem Sou...De Onde Vim...Para onde Vou...
Estou tão longe de mim....
Enquanto apago sms`s antigas penso Porque Raio as Guardei?
Que apego este a quem deu tão Pouco...
Esquisito o que sinto...
Mas não Posso Dizer-te...
Ias pensar que é por te afastares....
E talvez seja...
Mas a entrega estava lá...
Não vai ser Fácil deixar de Gostar de Ti...
E talvez nunca deixe...
Mas não resultou...
Certo?

sábado, 24 de novembro de 2012

Um Dia Chuvoso

Acordar pela manhã,
Num estado de espiríto de querer Ficar,
O Dia está aí e uma criança há a acompanhar!

Ainda sonolenta e a arrastar,
Levanto-me para ao Novo Dia Brindar!
Entre correria e prendas de achar,
Cruzo-me Contigo que cheiroso queres Ficar!
O Choco...Esse não quero lembrar,
Mas a partilha...Conservar!
Encho o Coração de Alegria,
Porque Gosto de Brincar,
E ainda que a Montaria não se faça deslocar,
Somos crianças TUDO podemos imaginar!
A rigidez tem de dar lugar à Tolerância que é Amar!
Mas uma criança ainda não eduquei por isso o que é tenho de aceitar!
A chuva que teima em cair lembra-me que ainda há sentimentos por aceitar,
Não é regalia de alguém Gostar!
Sinto porque é de sentir mas não deixo assombrar este Dia tão Bom de tanto Gostar!
E a noite?
Essa não imagino melhor Forma de Terminar!
Há tanto tempo que não Sentia,
Essa Vigia que me faz Amar!
Este Dia...
Por TUDO...por TODOS,
Grata a Mim por Permitir!!!
Grata a MIM por SENTIR!
A Ti por Deixares e Retribuires...
A Vós por Estarem!
E TI UNIVERSO por SÓ DEVOLVERES!

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Abanar


Mais um Dia na terra que Sabia,
E o Bom  Humor conservar,
Enquanto o sono teima na sua Sabedoria,
Faço por o Aceitar!
Por nada trocaria o que tem para me Dar!
Um dia para Entre Mulheres Partilhar,
E saber que o ficou lá atrás, lá tem de Ficar!
Pesos hoje não carrego, não são de Carregar,
Pedem-me que sinta tento não recusar,
E dizem-me que não é amanhã é HOJE que tem de ser,
A cada minuto isso tenho de entender,
E mesmo sabendo que o Objecto no Poste foi Bater,
Dou Graças ao Universo que a Ti protege!
Cansados mas Felizes entre amigos a noite Terminar,
Que o Bom é não Sentir "Aquele" mau estar!
Durmo enrolada...A Ti agarrada...Que Bom ter-te Aqui,
Neste momemto é só o que Posso Desejar!

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Noites Altas em Aniversários


Terreno novo a explorar,
Tropeços a recordar,
Mas a teimar não fazer perdurar!
Ver amigos Felizes é o bastante para meu coração engrandecer!
E é só isto...QUERER!!
E quando te digo,
Vamos café beber,
Incluo-te no meu Estar,
Já que quero SER!
Lá está estás Tu e mais quem tem de Estar,
Que os Planos são para concretizar,
E na Harmonia que encontro não tenho pena de deixar,
Trocar japonês para sopa de agrião achar!
A noite vai longa e à coisas que não são de Perceber,
Beijo-te e deixo-te Ir para de Manhã te voltar a Encontrar!

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

Não Arranjes Desculpas




Podes Dizer ADEUS,
Já o fizeste,
Pois VAI foi o que sempre Quiseste!
Mas não te Desculpes comigo,
Porque não o Vou Permitir!
Só eu Sei o que foram estes Dias para Mim!
Mas Sim TENHO AMIGOS!
Pessoas que mesmo sem Saber o que tanto me faz Sofrer,
Me dizem "Não te preocupes...Vais VER!"
Se não te Dou Paz é porque não me a Dás Também!
Pois fica com quem te faz sentir Bem se assim o Preferes!
Eu sei o que foi Aguardar,
Pensar,
Antecipar,
E Começar a Amar,
O Meu Sonho,
Aquele que tão maltrataste...
Não Foi...
Não Tinha de Ser!

Litterarum radices amarae, fructus dulces


Pois para Mim, MUDOU!
Ganharei SEMPRE!
Chorando ou Rindo!
A Vitória não depende de Outros, dos Outros, do que Fazem e do que Dizem!
É Minha!
Só eu a Posso Sentir!
Só Eu a posso Conquistar!
Tudo o que escondemos acaba um dia por se Revelar!
E quando de facto queremos que os Outros Saibam...Porque não Contar?
Alegre Vejo que o MUNDO é MEU!!
TUDO O QUE QUERO É MEU!
TUDO O QUE DESEJO CONSIGO REALIZAR!
SOU FELIZ E AMO-ME DE UM JEITO QUE SÓ EU ME POSSO AMAR!
Deixo as Lágrimas para quem delas parece Gostar,
SORRIU e devolvo-te a Dor de que pareces Depender...
Estranha FORMA de Viver!



Coisas



Leva qualquer eu a meu dia 
Dá-me paz eu só quero estar bem 
Foi só mais um quarto uma cama 
No meu sonho era tudo o que eu queria 
Quando alguém deixar de viver aqui 
Espera que ao voltar seja para ti 
Nada vai ser fácil 
Nunca foi 
Quando alguém deixar de te dar amor 
Pensa que há quem viva do teu calor 
Hoje é só um dia e vai voltar 
Amanha 
E não foi assim que o tempo nos fez 
E fez assim com todos nós 
E não foi assim que a razão nos amou 
E fez assim com todos nós 
São coisas 
São coisas 
São só coisas 
São coisas 
Se uma voz nos diz que é viver em vão 
Pra que raio fiz eu esta canção 
E se o fim é certo 
Eu quero estar cá amanhã 
E não foi assim que o tempo nos fez 
E fez assim com todos nós 
E não foi assim que a razão nos amou 
E fez assim com todos nós 
São coisas 
São coisas 
São só coisas 
São coisas 
Eu estou bem 
Quase tão bem 
Vê como é bom voltar a dizer 
Eu estou bem 
Quase tão bem 
Vê como é bom voltar a dizer 
Eu estou quase a viver

Ornatos Violeta

Entre Nós





Tal como o pássaro tem que voar para ser aquilo que é
Teu homem tem de viver se desejas saber quem é
Fácil como voar mas demora o tempo que for
E é o tempo que tens para mudar
Mas demora o tempo que tens
Tal como tudo o que flui dessa vez eras tu meu amor a flor
Meu corpo gosta de ver e é meus olhos que quer usar
Fácil como voar mas demora o tempo que for
É o tempo que tens para mudar
Mas demora o tempo que tens
Mas se achas que eu sou culpado por sentir
Culpa-me de haver algo entre nós
PLUTO

Tento Saber...



Uma Voz tão Melodiosa que dá Gosto Ouvir!
A Paz e Calma...
O Amor que Entra...
Inhale...Exhale...


Nuno Guerreiro

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Quando As Palavras...




Estou além sono, num sonho de papel, fio de ópio, sombra chinesa tatuada no céu.
Hoje não me apetece ser do contra, uma enfant terrible.
Quero apenas os novos códigos, quero apenas entrar e participar.
Cruzar-me num sonho que seja possivel para ambos.

És o meu Anjo da Guarda e eu dou-te trabalho...
Tu és o meu "Homem-Livro", o meu agasalho:
que lê para mim todas as noites, que me levanta sempre que caio.
Como eu gostava de retribuir. Como eu gostava de aprender a pedir.

Quando as palavras não dizem o que somos.

A cidade está submersa numa manhã chuvosa.
Pântanos e dinossauros tomam de assalto as avenidas.
A menina tem insónias e só às vezes dorme.
Desaparece e acorda com fome e acorda com fome.
Esta é a minha nova dor. Diz-lhe olá, não a faças esperar.

Quando as palavras não dizem o que somos.
Gastamos em tinta o que prometemos em sonhos.
Quando as palavras não dizem o que somos.

Oh! Meu Anjo da Guarda, eu sei que te dou trabalho.
Eu e tu somos iguais... eu queria tanto fazer-te feliz...
Não esperes que eu consiga mudar da noite para o dia


MESA

Com Pena...Ou Com Penas!


Quero dizer o que Digo,
Não tenho meias palavras,
Não desta Vez...
Não Para Ti!
Se menti não foi a Ti...
Aliás acho que a única a quem Enganei foi mesmo a Mim!
Tive o que Quis,
Quando Quis!
Fiz...Disse...Pensei que Tivesse Partilhado!
Fui Mais,
Quis MAIS,
E Tive!
Tive Tanto que quase me Perdi entre um Querer e Outro!
A Frase ainda Hoje se Aplica,
Ás vezes é difícil de Entender,
Mas não consigo de Outra Forma Explicar,
Foi o que Foi e o que Teve de SER!
Limito-me a Viver!
E Sou Grata a Todos quantos Comigo Querem Estar...
Porque Gosto Tanto de Estar Comigo!
Sou das Melhores Companhias que Posso Ter!
Adoro Mimar-me e Mimo Ter!
E se Digo que isto não é só por Hoje,
É porque sei que Não Preciso de Abdicar de NADA!
Porque o que é Belo é para Sempre o SER!
Tanto Cuidado só posso Agradecer,
É de me enternecer...
Mas TENHO feito por o Merecer!
As pessoas não São Diferentes,
Mas podem Surpreender!
E eu que não sou de Chocar,
E não Tenho Penas para Voar,
Hoje tenho o Meu Coração para Encher do Amor que Quero RECEBER!

Só Mais Um Começo....???

 

Estamos de volta ao teu bom humor
Sempre essa idéia na mente
É para lembrar o motivo
É que hoje eu sinto-me vivo
E seja porque motivo for
Porque motivo for
Porque motivo for
É só mais um começo com teus dentes no chão
Sempre na mira de um bom amor
Guarda essa idéia na mente
E esquece qualquer aviso
Um dia sendo preciso
Voltas para que desejo for
Para que desejo for
É só mais um começo com
É só mais um começo com teus dentes no chão
Vamos levando até quando for desejo do desejo
Vai dizendo hoje eu vejo que amanhã é a maior mentira
Eu não sei o que eu quero e é por isso que eu procuro.
(Pluto)
(Bonito?????)

Partilhar




Gostava de Dizer,
Conseguir encarar...
Ter Certezas sem Duvidar,
Isso é o que Vou Encontrar!
O Medo não me Domina,
A VIDA posso colorir,
Da Ravina vejo-te Sorrir!
Lá estás para me Proteger!
Tenho Hoje a Certeza que o Sol Brilha,
E Vai Brilhar!
Tic-Tac, Tic-Tac é o Relógio que me diz que o Tempo tenho de Aproveitar!
Este é o Meu PRESENTE...
Escolho com quem o Partilhar!

O MUNDO ESPERA PELA MINHA ALEGRIA É A HORA DE ME ANIMAR!
...Quando quiseres cá estarei...Pelo Hoje Escolho Esperar!

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Um estado de Ansiedade



Sim,
Já dizia o poeta, Variações de seu nome,
Que este estado de ansiedade não é bom nem mau,
Mas complicado de Dominar.
Mais consigo fazer e melhor sem dúvida!
Mas ainda assim vejo-me a pensar e a tentar controlar,
Já nem sei o que sinto,
Nem como me apaziaguar,
É um estado pelo qual me deixo tomar!
Não o Nego!
Vejo-me a abraçar,
Quase consigo visualizar...
Aguardo,
Pelo que não consigo controlar,
É apenas um estado,
Não uma Nação!
E se não consigo o coração acalmar,
Pois então salta Tonto que do peito não te deixo Pular!

domingo, 18 de novembro de 2012

The Pillars Of The Earth




Afinal nada Nunca está total e definitivamente Construído...
Existem batalhas a Travar,
Pedra por Partir,
Um Amor a Guiar,
E muito Caminho para Andar!
E Mostram-me os Pilares da Terra,
Que muito há por mostrar,
Quem constrói muros também os sabe quebrar!
Fica o Amor que no Fim Tudo parece Conquistar,
E quem a nosso Lado as Lutas soube travar,
Venha a Alegria,
Que quando Assim é,
O Fim há-de Mostrar,
Pouco fica por dizer,
Grata por Mostrar,
O que Quis ver e Soube Apreciar!

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Vibrar


 
 

No amor, o que valoriza a decisão não é a consciência de ter escolhido o apropriado,

Mas a certeza de que todas as outras possibilidades não se compara a escolha que fizemos...

Por amor, você muda, você cresce, você aconselha.

Por amor, você sorri, você protege, você prova.

Por amor, você sonha, você corre atrás. Por amor, você Vive…

Não ame pela beleza, pois um dia ela acaba.

Não ame por admiraçã
o, pois um dia você se decepciona.

Ame apenas, pois o tempo nunca pode acabar com um amor sem explicação!

O que transforma qualquer ato em algo extraordinário é o fato de fazermos aquilo com o Coração,

É o que transforma qualquer vida numa existência extraordinária...

Sorte é estar preparado para a oportunidade quando ela aparece..

Felicidade é quando o que você pensa, o que você diz e o que você faz estão em harmonia .

"...Sempre que houver alternativas tenha cuidado não opte pelo conveniente, pelo confortável, pelo respeitável, pelo socialmente aceitável, pelo honroso. Opte pelo que faz seu coração vibrar..."


Caminho Iluminado


Procurar ou Tentar encontrar é tantas vezes,
Não aceitar que o que se Procura,
Pode não se Querer Achar!
Comummente, é dito que para Obter é preciso Lutar,
Mas o que vem sem se Procurar,
É o bastante para Perceber,
Que só se Encontra o que ao Nosso encontro vem ter,
Em narrativa podia dizer,
O que a Poesia não me permite verbalizar,
Mas para quem quer entender as Respostas tem de Procurar!
E se de facto diz quem sente,
A meio do caminho nos Cruzaremos,
Por essa altura é de Saber que ao Nosso Destino ainda não Chegámos!
E se estrada houver,
Há que deslocar,
O que apenas Quer Prender,
Somente por Achar,
Que o Caminho que Tememos,
Muito Iluminado o Podemos Tornar!

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

A Partida Suavizar


Ouvir que alguém Partiu,
Que descansou,
Que deixou de Sofrer,
E que Herança deixou!
A Mana que não tem Dor porque o que Pediu lhe foi concedido!
Não opção ficar a teu lado e deixar Ir quem em Paz quer Voar!
Coincidências ou ligações que os Céus tendem a mostrar!
Uma criança que mostra Amor,
Amor que é real, Verdadeiro!
Ver, Ouvir e sentir que ali dá para ficar,
É Perceber que a Vida ainda tem muito para me mostrar!
Recordo o dia porque é de Recordar,
Mas a Falar percebo,
Que foi como tinha de Ser,
Não podia de Outra forma acontecer!
Respiro Fundo e Tento abarcar,
Que Eu e o meu Todo estamos para Ficar!
Alguém me mostra,
Que se pode mudar!
Encontro “peças” que pareciam faltar,
E naquela Porta recordo que no dia em que aconteceu,
Lá estavam anjos para me consolar!
Dou graças e sem perceber,
Vejo que a mágoa tem tendência com o Tempo a desaparecer!
A Saudade essa vai Ficar!
Homenagens a Prestar!
Faço Companhia e Faço-me Acompanhar!

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

A Celebrar



Em pesquisa confirmei o que o coração me dizia!
Estou de Parabéns, exulto de Alegria!
Posso relembrar e quase sentir o que foi Entrar!
Humm gosto deste Dia!
Mereço Celebrar!
É isso que Vou Fazer!!
Vou-me Mimar!
Novas Ferramentas,
Novos Elementos,
Tantos e tantos Contentos!
Hoje Olhar...
Lembrar e Enaltecer,
O Que Já Fiz,
E esquecer...O Que ainda Falta Fazer!
Rejubilo!
Mereço Olhar e Sorrir,
E Pensar...O Melhor Ainda Está por VIR!

Batom


Qualquer outra explicação...
Mas a irritação que cresce porque de repente,
Aquele objecto que era suposto estar, não está!
Procurar, Lembrar, Retornar e Reviver...
A Lição era:
Não amaldiçoar a queda...Perceber o que me faz Cair...
Lembrar o Sonho,
Ver,
Não perceber e lá querer Ficar!
Ciclo,
Sentir a Roda a Andar,
Caminho Ver e não conseguir encontrar...
Respiro,
Inspiro para Expirar!
Sinto e começo a combater,
Começo a sentir o sorriso a arrancar,
Deixo Vir a mim o Sentimento que não quero Perder!
Buscar Soluções é cansativo,
E no açucar aparece a Solução,
A Irritação começa a baixar,
Nada a perder...
Nada a Ganhar!
O que Faz Cair é a Posse?
Dela tenho de abdicar,
Não faz BEM,
O Melhor Posso Encontrar!!!
Respiro de Novo...
A Tarde não anda Corre...
O Tempo Está a Passar!

Deixar Fluir


Ouvir é quase ver,
Percebendo onde não está correcto,
Torna-se mais fácil corrigir!
Mas e o que está para Surgir?
Mostra quem chega que a Vida vai seguir,
Não Pára!
Deixá-la Fluir!
E entre uma conversa que acelera,
Para frente acalma,
Deixai Ver!
A cortina de Fumo limpar e perceber,
Que tanto Mundo há por ver!
Dou comigo a Lembrar,
Quem é de Mentir sempre o há-de ser,
E nada há a fazer!
Por isso Seguimos e entre o Frio que se faz Sentir,
Vem há memória o que foi não Volta a Ser,
Vamos então que amanhã,
Cedo há que da cama Saltar!
E Entre a "Vingança" que se planeia,
E as gargalhadas pela Noite,
Percebo como sou Uma Mulher Feliz,
Enquanto conspiro para a Felicidade de Outros Realizar!
E a despedida que não tarda em chegar,
Deixa o Gosto para esperar pelo Amanhã que já está a chegar!

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Singular


As vantagens e desvantagens do que é e de como deve de estar!
Constacto que de facto já o disse tantas vezes que nem vale a pena Lembrar

Maze


"Pequena Donzela de um Mundo de fantasia realista. Por quem me tomas?
Mil trilhos percorri, tanta gente encontrei, mas sem querer me perdi, num sentimento que abracei..."

"(...)Não me digas que percebeste que há vida para além de um labirinto?"

"Ás vezes Vejo melhor...Sim! Mas não se trata de existir Vida além de...Trata-se de a deixar acontecer!"

"Não...A Vida é demasiado preciosa para se viver, mal comparado é como os bons vinhos, não são para se beber, são para se saborear, para se disfrutar..."

"Quando as dores fisicas não afectam o Espiríto e quando a Alma ultrapassa as agressões das Palavras e dos actos cada dia consegue parecer um paraiso sem anjos..."

Don't you worry child






Swedish House Mafia....

Heaven got a plan for YOU!

Invasão


Deixar-me invadir por este sentimento,
Senti-lo crescer,
Deixá-lo SER!
Apenas ficar e sentir o Calor!
Eu sei que o Des-Conhecimento não está numa qualquer esplanada,
Mas onde estiver está comigo,
E isso é tudo quanto Basta!
Olhar, Ver, Deixar-me ir e Sentir!
Ah qual Balão a voar, sinto o Sorriso a crescer!
Então é Isto?
Um pequeno Vislumbre hoje,
A Certeza no Amanhã!
Seja como for,
Hoje é Invasão!!! :)

Saltar e Saltar


Quase me Sinto a Saltar!
Sinto-lhe o Gosto e só Sinto sem tentar conservar!
O Medo vejo-o,
Respeito-o,
Mas não deixo Dominar!
É maior o SER, pode vir para Ficar!
Gosto Tanto, Tanto que só me apetece Gritar!!
Como é possível não "Ver",
Como é Negar?
Gosto Tanto, Tanto que nem me apetece Rectificar!
Sento-me mas sem Esperar!
E sinto Crescer, Crescer,
Brilhar!!
E só me apetece Saltar!!
Quero, Sou, Fico,
Chegar e FICAR!
Salto,
Salto de Novo,
Salto a Gritar!
É Grande, Enorme, não consigo quantificar!

Claro!


Uma manhã Gloriosa,
O Sol a brilhar,
Recado que não tarda em chegar,
O caminho lá está basta caminhar!
O Receio ao chegar,
Afinal nada há a esperar,
O que é não se fez tardar,
E aí de novo vejo que o que É se andava a disfarçar!
Lá está para todos verem,
Não engana, não Ilude, não mistura e não confunde,
Óbvio, Claro, Certo!
Porque Tudo assim o é,
E sem culpa Respirar,
A vida está aí há que a aproveitar!
E deste Sol claro que me aquece mimo-me porque sou de Mimar!

Abraço e sinto que muito há por revelar!

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

...Mais Um Ciclo!



Sabendo o que Quero Para o Meu Dia,
Acordo sem Expectar...
O pensamento vai parar a um Momento,
Onde não posso Regressar,
E que Existe para me Lembrar!
Encho os Pulmões de Ar,
Olho o Dia Lindo e sinto esta Liberdade que Apenas eu me Posso DAR!
Lembro a fazer, e um Sorriso sinto Nascer!
Uma Verdade que se manifesta,
Conselhos não Pedir e Deixar o Meu Anjo FALAR!
Assim deixo Fluir o que quero que Venha sem pensar no que vai Vir!
...E Lá Voltar...
Onde não "Devia" ter Ido...
Onde Fui Sem Pensar mas porque queria estar!
Um Dia Recordar e Perceber que Mais pode Haver!
...O Vento...
...O Medo...
Sentir! Isto é NOVO e Posso Confiar!
É Giro e do Regresso consigo desfrutar...
Grata pela Oferta...
Grata por Estar...
E o TEMPO o malvado que teima em não passar,
Passa a "Correr" sem por ele Dar!
A Vida é para VIVER e não para PENSAR...
E se planos houve de um Dia Realizar...
Hoje começa a Contar,
O Novo Ciclo que vai Iniciar...
Não Plural,
Porque Gosto SINGULAR...
Este até simbolo tem...
Para LEMBRAR...Que TUDO se TRANSFORMA...
Tudo se pode MUTAR!!!

If you Give UP





If you don't wanna wait
You left me inside out
It's too hard for me
There's no easy way out

You don't know and don't ask how
That i'm gonna make it work again
You don't know and don't ask why
That i'm gonna make it once again

Refrao
If you give up now, whos gonna loose
Which one of us, is given up now of being free
And if you give up now, whos gonna loose
Which one of us, is given up now of being free

Distance from between us
That we can't shake out
It's cristal clear
But it ain't gonna last

You don't know and don't ask why
That i'm trying to make it work
I'm trying to make it work

Refrao

Just look around and see
Who you really need
Who you really want


Refrao

Just look around and see
If you give up you won't be free
You won't be free yeah yeah


Never look back
 
 
Hands On Approach

domingo, 11 de novembro de 2012

...Ao 1 dia...





Tanto Plural,
Para ao Singular chegar!
A Sensação que teima em não passar,
Todas Essas frases outrora ouvi,
Já as devia reconhecer,
Mas a falta do controlo,
Só hoje me as fez perceber...
Ser Honesta era dizer-te que também não queria estar,
Não me apetecia nem um bocadinho o vazio encontrar!
Mas o que damos Volta!
E ei-lo a chegar!
E ouvir que Só, preferes estar,
Para mim é reconhecer que contigo também não queria o dia passar,
Mas esta mente que me faz de repente pensar,
A Tortura que me inflinjo e Vou,
Apenas na esperança que ao Ver-te este sentimento Mude,
Mas não há como Mudar!
Percebo o que estou de repente a fazer...
E também não Quero Mais,
Ter por Ter...Sem querer ou tão Pouco precisar!
Delego em ti a culpa e Ofendida pareço estar!
...Há a Tarde,
Que Agradável,
Que Alegria Partilhar,
A Culpa que ainda atormenta...
Mas a amizade é melhor...
Maior!
E O Abraço que Mereço, SÓ nunca Estive...Nunca hei-de Estar!
Mas de facto com aquele calor até apetece ficar...
E meio sem pensar pergunto-te se café te apetece beber...
Mas enquanto os minutos passam...Perco a Vontade...
Ver-te...Repisar o já pisado...
Também Não Quero...
Só que em vez de Agir apenas Reagi e quando a tua mensagem chegou reconheci...
É mais fácil nos Outros a Culpa Delegar!
Grata...
Também não me apetece mais...
Mas é mais fácil dizer...
Se é o que Queres...Assim Vai SER!!!

sábado, 10 de novembro de 2012

...Aos 2 Dias...




“Para que a sua vida
no exterior possa mudar,
terá de mudar primeiro por dentro.
No momento em que quiser mudar,
É espantoso o modo como o Universo,
começa a ajudá-lo, trazendo-lhe
tudo o que necessita”
Louise Hay

Aprenda a amar-se plenamente, mudará a sua vida!

Aprenda a:

  • Amar-se a si próprio e aos outros mais inteira e profundamente
  • Libertar-se do passado
  • Compreender a dinâmica da sua família e as barreiras ao amor
  • Concretizar e sentir pensamentos positivos que sejam significativos para si
  • Trabalhar com o corpo, mente, emoções e espírito a fim de transformar a sua vida
  • Identificar e libertar crenças e pensamentos negativos que estão a limitar a sua vida
  • Libertar as emoções negativas que bloqueiam a sua alegria e criatividade
  • Curar o seu mundo emocional
  • Trazer afirmações positivas a todos os aspectos da sua vida
  • Conseguir mais, do que quer da vida
  • Desenvolver a sua auto-estima
  • Responsabilizar-se pela sua vida, descobrir o seu próprio Poder, Valor, Potencial, Poder Criativo, Sabedoria Interior e Força

Programa

1 – Apresentação e Identificação das Crenças;
2 – Desmascarar Crenças Negativas;
3 – Aceitação – Criança Interior;
4 – Mudanças – Libertação;
5 – Perdão;
6 – Crítica;
7 – Relacionamentos;
8 – Trabalho e Êxito;
9 – Prosperidade e Merecimento;
10 – Saúde e Encerramento

E se não foi assim que o dia começou...Foi sem Dúvida o que me DEU!
O Presente é MEU e Só EU O POSSO E QUERO MUDAR!!!
EU ESTOU AQUI PARA MIM!!
Posso GRITAR! Ser EU!! Porque eu Não DESISTO DE MIM NEM ME VOU TRAIR!!!
Estou AQUI!! No AQUI! PARA MIM!!! POR MIM!

Há noite consegui Ver também...
E é mais fácil apenas Olhar...Participar quando Pedido...
E o "Comum" encontrar...
Felinos Lindos para mimar...
Dormir sem "Encontrar"...

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

...Aos 3 Dias...



...O dia que passa a conta gotas...
Mas a noite está a chegar...
Decidir o que comer ou vai-se petiscar...
E enquanto o Futuro não causa stress,
E o Professor altera, modifica, encaminha e está pronto a alterar,
Esperas e deseperas com a  fome a chegar,
Encaminhamo-nos e o resultado urge em chegar...
Ao Jantar a simplicidade impera...


E escolha que não parece variar enche sem alimentar,
A sangria e o Choco para o estomago aconchegar,
Falta o chá para desmoer,
A decisão que não tardou em chegar,
Os números do próximo ano,
Mais umas "Férias" vão adiar!!
E no final...
Pilar...Não podiam faltar...
Que da Terra já pouco há a esperar...
O Dia de Sábado pede para madrugar...

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

...Aos 4 Dias...



Uma noite sem Dormir...
Cansaço a fazer-se sentir,
Não quero ficar,
Vou também...
E enquanto caminho para te comer te Dar...
Ficas Sentado a ver-me Andar...
Não reparaste e escolho não me enfurecer,
Mas quem É...Nunca deixa de o Ser!
Afinal dizes-me nunca gostaste do que achava um Gosto Ser!
Fico Triste,
Foi com carinho que pensei que o Agrado agradesse e vejo assim não ser!
E enquanto subo e me retiro para descansar...
Constacto que afinal a minha companhia já não é,
O que Outrora costumava ser...
Acho que não quero Perceber...
E o coração dispara porque Sei o que tenho a Temer!

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

...Aos 5 Dias


Um pensamento recorrente...
A Ideia da Noite que atormenta...
Que assusta...
Que trás temores e inseguranças....
Será que "Trás"?
As reticências começam a tomar forma de interrogações...
Procurar quem não sai do Pensamento...
Ouvir que o Medo mais vale que a Não Verdade!
Mas de quem é A Dita?
E se não quis ficar porque algo me dizia para ir...
O Motivo foi revelado,
Quando é Preciso há que Estar,
Porque o coração deve de comandar,
E a cabeça começa a atrapalhar,
A dor que vai e vem,
Deixa-me a pensar...Quem?
...Noite em claro digo eu...
O Frio que se me entranhou na Alma não quero Ver!
Mas não Temo por Temer!

terça-feira, 6 de novembro de 2012

...Aos 6 Dias...


Um dia de Aniversário...
...Relaxar, Respirar...
Comprar uma lembrança...
E mais uma vez faço o que gostaria que me fizessem...
Para além da Rosa...Linda...
A Planta que pode perdurar...
O Livro por companhia para Animar!
Em busca de "Antibiótico" ouvir que assim não pode funcionar...
Tomar Banho e Dormir...
Que a Noite é para Descansar...
Perceber que o Aniversário não incluiu a partilha da Fatia do Bolo,
E Escolher não me Chatear!
A atitude é de quem a pratica...E não ter Consciência não é não Ligar!

..Aos 6 Dias...

 


Um Bom Dia que dá vontade de o Ter!
Dia que não passa a correr...
À noite respirar tem de Ser!
O Dia é de Celebração,
E Presentes há que comprar,
Não são todos os Dias que se celebra uma Idade a que aspiro com Sáude Chegar!
Assim entre o que Dizem ser mas que a Tal não sabe,
O que floresce e o que singelo parece,
Fazem companhia ao que Educa e que parece ser um companheiro para manter!
Não perco tempo como dizes a embelezar,
Mas gosto tanto de "Fitas" e lacinhos que acho que assim deve de Ser para não "Bastar"!
Nem me lembro que comigo não partilhaste o item que serviu para os Parabéns Cantar...
Porque mais importante é ir Dormir,
O Quente sentir...
E ainda que a meio da noite um frio teime em persistir,
Sei que se "procurar" o Teu CALOR vou encontrar!
E de manhã...Há de Manhã é Outro Dia...;)

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

...Aos 7 Dias


Começar a manhã com a Esperança de Um Novo Dia!
Saber que A Cidade me Aguardava!
Acordar e ter o instinto de procurar...
Ver que o desejo lá estava,
Mas não tinha dormido bem...
E ao decidir o que estava Decidido, receber aquilo que doia!
Mas o Vazio já me tomava e pensava que não aguentava...
Saber que Concordavas...
Nada mais havia a Dizer!
Mas o Dia levantou e enquanto para as margens Olhava percebi que não Dava!
Não "fui" para o Teu Espaço Invadir!
Fui para Estar...Sentir!
As Saudades desse Olhar!
O meu coração aqueceu...
O local já tão visitado serviu para o Jantar...
E há noite enquanto o "céu caia", e o barulho das pipocas me entorpecia...
Encostei-me a Ti...
Apenas Feliz Por Estar!
Naquele Momento em mais Lugar nenhum queria Estar!
...Adormeci querendo de novo o Dia!

domingo, 4 de novembro de 2012

...Aos 8 Dias...


A quiet Sunday...
Just seeing that sometimes some things are not worth it...

sábado, 3 de novembro de 2012

...Aos 09 Dias...Se Foi Hoje...:)



Se não foi Hoje...
Não tinha que Ser...
Mas se Foi...
Amei-te desde o Primeiro Segundo...
És quem Espero há muitos Anos...
E Estarei cá para te Receber...
Para Amar sem Questões...
Por ti Serei uma Pessoa Melhor...
Contigo sei que Vou Descobrir o que é Amar incondicionalmente...
E isto é Tudo o que Te posso Dizer...
Tudo o que Preciso que Saibas...
O Resto...
Bom o Resto não precisas de Saber...
Porque se Foi Hoje...
Vemo-nos Um dia Destes...:)

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

...Aos 10 Dias...


Aqui sentada a Pensar...
Depois de a minha querida Lisboa Visitar,
Enquanto as nuvens parecem o Sol fechar,
Relembro os dias que "estacionada" pareci estar...
À espera de algo que nunca pensei chegar,
Aqui nestas "migalhas" não me pareço rever...
Outros dias sinto cá estarem...
Mas há quem diga que não escrevo quando estou feliz...
E assim parece ser!
A angústia e a tristeza fazem parte do meu Ser!
Mas não é apenas Isso que cá está!
Mas de que me serve da Felicidade Falar...?
Sobre ela escrever?
De que vale lembrar este ou outro dia em que o meu coração de alegria parecia saltar,
Se hoje sou eu quem tem de Lembrar que o que Foi afinal não era...
Porque assim não tinha de ser...
Sou do Tamanho do meu Coração e Amor tenho para Dar...
Quem o Recusa não o parece Merecer!
O Dia chegará em que alguém vai ver que tudo o que Teve,
Não foi o que diz Ser...
Foi Mais, porque Mais Mereço e Mais Tenho para Dar,
E quem Diz que Cuidados não teve é provavel que não Lembre,
O Muito que lhe Ofertaram e que tanto quis Recusar!
Caminhe-se então o Caminho e Veja-se com Olhos de Ver!
Hoje sou eu quem Digo que Tamanha Paixão o meu Coração Há-de Sentir por quem Também a Ele a souber Transmitir!
Amor Sei que tenho para Dar...
E estima...Não Falemos do que é estimar...
Porque Conservo junto do meu Peito todos os que Cá quiserem Ficar!
Um dia disseram-me "Afastas toda a gente!"...Recusei e Recuso acreditar!
Pois os que comigo querem ficar sabem sempre como me Encontrar!

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Uma Manhã Diferente


Ter-Te por companhia....
Foi Um Dia...
Uma Manhã...
Tristeza e Alegria...
Confusa me levanto...
Penso como Seria...
Mimo-te e Toco-te,
Mas não o Permites,
Hoje Sei o que é Sentir o que Sentes...
ADEUS até um Dia...

...Aos 11 Dias...


Changing

(Em retrospectiva para acertar os Dias...)
Olhar este dia não como foi,
Mas como o Senti...
Vantagens de Escrever depois de Sentir...
E Olhando...
Grata por o Ter Tido...

(A escrever para "acertar" no dia 12/11/2012)

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

...Aos 12 Dias




O que fiz não sei...
Como foi o Dia também não...
Sei onde Dormi...
E o que fiz quando acordei...
Bom Trabalho...
Que não te custe o Tempo!

terça-feira, 30 de outubro de 2012

...Aos 13 Dias



Aquilo que nos Basta...
Tanto já disse,
Tanto ficou por dizer...
Ás vezes as palavras não parecem chegar...
Pouco se sente do que se diz e do que se fala...
E Tudo Muda...Muta!
O que é hoje não é o mesmo de ontem e certamente não será o mesmo de amanhã...
As Luas essas serão sempre as mesmas...
Circundando o Eixo...
Vendo aqui e ali,
Eu tenho estado sempre...
Numa Busca incessante daquilo que penso não ter tido,
Mas que sempre Esteve Lá!
E ao ouvir a tua Voz,
Sabendo Hoje que sempre Estiveste, o meu coração sossega em nome de um Amor,
Que foi e será Sempre Meu!
Lá estás tu e o Teu Coração,
E o meu que Sempre Procurou o Teu!
Hoje é Dia de não Ir atrás...
Porque comigo caminham lado a lado os que querem,
Os que podem e o conseguem!
E atrás devem de ficar os Pesos que hoje já não quero carregar!
Por Hoje e só por hoje vou acordar de um Sonho que tem de Terminar!

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

...Aos 14 Dias



Existem Lesões que não são só fisícas...
Magoam e voltam a magoar e ás vezes pareço "gostar"...
Algumas atitudes,
Gestos vazios e desprovidos!
Feridas mal curadas que sangram ao minímo toque!
Sem Drama e sem filmes é exactamente o Que È!
Nem mais...Nem menos...
E Se o Doce ainda assim pode amargar...
Será que não passa de uma necessidade fisica?
Impulso incontrolável e desgovernado?
Remetida ao Silêncio porque nada parece haver a dizer,
E de novo se repetem palavras e Gestos...
O Universo parece mostrar...
O que não quero ou ainda não Ser Ver...
E há medida que os Dias Passam...
Começo a Perceber,
Que é hora de Deixar Partir quem não quer Estar!
Porque pouco parece ficar quando se quer Recuar!
E um dia ouvi Dizer...Um "Homem" só recua para tomar Balanço!

domingo, 28 de outubro de 2012

...Aos 15 Dias




Existem coisas que de facto são Opção!
Tantas vezes nos sentimos infelizes com o que não temos,
Que não damos a devida atenção ao muito que nos rodeia!
Assim é o espirito humano!
O lamento quando conquistamos...
Querer mais...
Não Basta o Tanto que Temos?
Basta sim que lhe dediquemos algum tempo!
Que os nossos Olhos se abram à Luz!
VER!
CRER!
ACREDITAR!
VIVER!
São tantos os que nos querem bem...
Dádivas Divinas...
Ser Cuidado, Apreciado Amado!
Por Nós, primeiro assim deve de SER!

...
E o dia que em breve termina...
Traz...A não Coincidência que quase causa dormência...
Urge saber que alimento ao Espirito Dar!
E o 15º Dia deixar terminar!